A reunião com o vice-prefeito e secretário de Governo Paulo Lamac aconteceu ontem, 27/03. Duas pautas foram apresentadas e discutidas: uma pela Associação Feiras de Minas e outra pelos membros da Comissão Paritária Jorge Simbera, Vera Lúcia e Jussara Alves.

Uma comissão de expositores da Feira Hippie e de representantes da Associação Feiras de Minas foram recebidos em audiência pelo vice-prefeito e secretário de Governo da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Paulo Lamac. Participaram da reunião, dentre outros, os membros da Comissão Paritária da Feira Hippie Jorge Simbera, Vera Lúcia e Jussara Alves; representantes da Associação Feiras de Minas Cláudia Camargo (Feira Hippie), Marco Mello (Feira Hippie), Erik Charles (Feira da Silva Lobo), Guilherme Von Sperling (Feira Hippie) e Júlio Cézar (diretor Jurídico da Associação) e Nilda Pires, Patrícia Lage, Andréa Fernandes (ex-gerente de Feiras Permanentes), Paulo Miranda e Ana Paula Siqueira.

Reuniões entre agentes do poder constituído e entidades e/ou comissões de representantes que pautam e reivindicam em nome dalguma coletividade – neste caso, da Feira Hippie e demais feiras de BH – devem ser divulgadas com detalhes, em nome da transparência, da ética e do direito à informação daqueles ditos representados.

Neste sentido, congratulo-me com os colegas da Feira Hippie, Feira da Silva Lobo e diretores da Feiras de Minas pela iniciativa de informar à comunidade de expositores de BH sobre os detalhes das pautas apresentadas na reunião havida, expondo-se, assim, às críticas, aos reptos e, até mesmo, aos elogios da coletividade.

Do vice-prefeito e secretário de Governo Paulo Lamac, que deixou ótima impressão nos colegas, esperamos, no mínimo, sinceridade e ação. A Feira Hippie e demais feiras de Belo Horizonte são importantes vetores de desenvolvimento cultural, econômico e turístico.

Conheça as pautas discutidas:

PAUTA FEIRAS DE MINAS ASSOCIAÇÃO

1 – O reconhecimento e fortalecimento da Comissão Paritária, como instrumento maior para organizar e coordenar a feira da Afonso Pena, bem como todos assuntos inerentes a mesma.

2 – Manter o diálogo com as entidades representativas e lideranças da feira.

3 – Colocar em prática projeto de revitalização da feira (Visual), com banners de boas-vindas a clientes e informações de fila e setor nos corredores através de sinalizações.

4 – Realização de campanhas publicitárias para divulgação da maior Feira de Artesanato e Variedades a céu aberto do Brasil.

5 – Retornar com os eventos e atrações no espaço Cultural da Feira, com apoio da Belotur, visando dar um atrativo a mais para nossos frequentadores e clientes.

6 – Designação do novo gerente de Feiras e do novo presidente da Comissão Paritária o quanto antes, para a normalização de pendências na administração.

7 – Agendamento com representantes dos expositores junto a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, para informações sobre o processo de licitações das Feiras Silva Lobo e Barreiro.

PAUTA COMISSÃO FEIRA HIPPIE

01 – GERÊNCIA DE FEIRAS
01.01 – Definição de nome;
01.02 – Interlocutor entre executivo e expositores;
01.03 – Importância do gerenciamento da feira e suas mazelas e
01.04 – Utilização e divulgação da Logomarca da Feira.

02 -SEGURANÇA E POLICIAMENTO DA FEIRA
02.01 – Auxilio do gabinete militar;
02.02 – Implantação de um plano de segurança e
02.03 – Auxilio da Guarda Municipal.

03 – DIRETRIZES E FOMENTO MUNICIPAL COM RELAÇÃO À FEIRA
03.01 – Dia 19/03, dia da Feira de Artes, Artesanato e Produtores de Variedades da Av.Afonso Pena, “Feira Hippie”;
03.02 – COMUC – Conselho Municipal de Cultura;
03.03 – CODECOM – Conselho de Desenvolvimento Econômico Municipal;
03.04 – Investimentos (com retorno financeiro e popularidade);
03.05 – Parceria com a BELOTUR;
03.06 – Patrocinadores e
03.07 – Conforto aos usuários e frequentadores da feira tais como:
03.07.a – Criação de um fraldário (e espaço para amamentação – nota do editor);
03.07.b – Barraca de informações e referência;
03.07.c – Posto Policial Avançado e
03.07.d – Banheiros.

04 – SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO
04.01 – Fiscalização voltada para o “Evento Feira Hippie” e
04.02 – Fiscalização no entorno da Feira Hippie.

05 – BHTrans
05.01 – Estacionamentos e
05.02 – Ordenação do trânsito no início, transcorrer e final do Evento (não punitiva, mas como orientadora).

06 – EVENTOS PARALELOS
06.01 – Renovação do Projeto Escadaria;
06.02 – Eventos na praça central da feira (portão de entrada do Parque Municipal);
06.03 – Eventos musicais no Conservatório da UFMG;
06.04 – Parceria com Universidades, Faculdades e Escolas Especializadas e
06.05 – Diversificação no setor de alimentação no estilo “comida de buteco”.

REPERCUSSÃO NA FANPAGE PAULO LAMAC OFICIAL:
https://www.facebook.com/paulolamacoficial/posts/1900784470199107:0

REPERCUSSÃO NA FANPAGE FEIRA HIPPIE
https://www.facebook.com/feirahippie/posts/1296664080388097

Foto: Fanpage Paulo Lamarc.